Category Archives: Encontros à terça feira

Momento Musical

Na sessão da CESVIVER, desta terça-feira, 3 de março de 2020, tivemos a presença do Grupo Coral e Instrumental 5 de janeiro da AURPIA.

Com o acompanhamento dos instrumentos; concertina, cavaquinho, viola e bombo, ouvimos bonita vozes entoarem canções tradicionais portuguesas; ribeira vai cheia, gotinha de água, vou levar-te comigo, o meu Alentejo, ciranda, cirandinha, entre outras.

Com um momento especial, terminaram a sua participação cantando o “Hino de Amora”

Foi com muita alegria, palmas e entusiamo que acompanhámos a sua atuação.

Um muito obrigado a todos os elementos do grupo pela sua disponibilidade e por terem tornado a nossa tarde bem mais agradável. Gostámos muito!!

MJ

Actuação do grupo Coral e Instrumental 5 de Janeiro

Grupo Coral e instrumental da AURPIA


Saúde-Auditiva

Saúde auditiva era o tema da atividade do dia 28 de janeiro na Cesviver. A professora Antonina Marques, especializada em surdez, veio orientar a sessão. Referiu a perda auditiva como um dos problemas mais frequentes na faixa etária dos presentes. De seguida apresentou: os fatores que causam; os meios de diagnóstico; classificação e tipos principais de perda auditiva. Através de imagens fez uma breve explicação da anatomia do ouvido, de um audiograma de sons familiares e de um audiograma gráfico para que a assistência compreendesse. Referiu os tipos e os graus de surdez. Definiu vertigem e zumbidos (acufenos) suas origens e efeitos na pessoa. Também esclareceu que não se conhece um tratamento específico para resolver a segunda situação. Ainda mencionou os sistemas atuais (próteses auditivas) que minimizam os problemas de surdez.

Toda a assistência esteve muito atenta e interessada pois no grupo havia situações descritas pela orientadora.

Terminou fazendo uma iniciação à L.G.P (linguagem gestual). Convidou os presentes para dizerem os seus nomes utilizando aquela linguagem.

Rosa Duarte


Actividade lúdica

Sendo o dia 14 de janeiro, o segundo dia das atividades de terça-feira da CESVIVER e havendo necessidade de serem abordados diversos assuntos de interesse geral, começou-se por:

a) Dar a conhecer a programação para o 2º trimestre deste ano letivo

b) Ouvir a opinião dos presentes em relação ao mesmo

c) Recolher sugestões para futuras atividades

Seguidamente foi lido um poema, alusivo a janeiro, retirado do Google, pela assistência e pelo amigo Sr. João Correia e feita a sua interpretação.

Recordaram-se ditados/provérbios populares sobre o mês em curso.

Por último, ao som de música, efetuaram-se exercícios físicos que estimulavam a atenção e coordenação de movimentos.

R.M.D.


Justiça e Direito

Dia 10 de dezembro foi nosso convidado, na tarde de terça-feira da CesViver, o Dr. Juiz Jubilado Natalino Bolas para nos falar de “Justiça e Direito”. Explicou o conceito de Justiça; Justiça Comutativa; Justiça distributiva e Justiça Social. Através de exemplos do dia a dia conduziu a assistência para dar a conhecer o que é a Justiça. Também utilizou comparações para o justo e injusto referindo que é um conceito muito pessoal.

Dissertou sobre o que é o Direito e qual a finalidade prosseguida pelo Direito.


Atividades lúdicas

Exercícios práticos


Estórias da nossa História

Hoje, dia 26 de novembro, esteve connosco o amigo Senhor Julião Garcia com o tema "Estórias da nossa História", tendo escolhido falar sobre D. Amélia de Orleães.

Começou com a leitura de dois poemas, o primeiro de Tolentino de Mendonça e o segundo de Ary dos Santos.

Sobre o tema referiu a vida e obra da última Rainha de Portugal, Sua Alteza D. Amélia de Orleães, mulher do Rei D. Carlos.

Deu a saber da sua dedicação à área da saúde, tendo fundado a assistência aos tuberculosos, dispensários, hospitais, sopa dos pobres entre outras beneficências para o povo. Mesmo assim foi a Rainha mal-amada pelos portugueses. Antes de morrer deixou escrita a seguinte frase "Perdoava a todos os portugueses até àqueles que a trataram mal".

Muito mais foi dito da vida e obra desta Rainha e do seu marido em relação à política.

Rosa Duarte


Soror Mariana de Alcoforado

Dia 19 de novembro, na tarde de terça-feira, a professora Maria Vitória Afonso acompanhada pelos seus convidados, cinco elementos do grupo de jograis da Associação Portuguesa de Poetas, estiveram a dinamizar a mesma, tendo por tema: Literatura – “Vida e Obra de Soror Mariana de Alcoforado”.

A professora Maria Vitória Afonso iniciou a sessão recordando alguns factos da História de Portugal ocorridos antes e depois de 1640 para que a assistência se situasse nas vivências sociais, económicas e religiosas daquela época. Fez a apresentação da vida de Mariana de Alcoforado nascida em Beja em 1640. Pelas boas obras que prestou enquanto freira adquiriu o título de “Soror” e chegou à posição de abadessa. Morreu aos oitenta e três anos de idade em 1723 no Convento da Conceição em Beja. Fez alusão às cinco cartas escritas pela freira ao seu amor, um oficial francês. Estas foram publicadas em Paris e escritas em francês. Ainda se contesta a veracidade de tais cartas, quanto a quem as escreveu, mas, sejam “As Cartas” verídicas ou não, Mariana Alcoforado, existiu realmente, e o escândalo que houve em torno da sua pessoa, também foi verdadeiro. Este ano de 2019 marca os 350 anos da primeira edição de “Cartas Portuguesas” de Soror Mariana Alcoforado e a cidade de Beja promoveu um Congresso e tem patente uma exposição sobre esta freira e sua obra.

Cada um dos poetas da APP procedeu à leitura, de uma das cartas, e a responsável pela sessão foi fazendo uma análise psicológica das mesmas. Posteriormente foi aberto um momento para a assistência se pronunciar. A sessão terminou com a leitura de poemas da autoria dos oradores e de um convidado.

Obrigada a todas e a todos que estiveram na CES para mais uma tarde de ocupação salutar do tempo.

Para terminar a tarde houve um espaço de convívio.

Rosa Maria Duarte


Comemorar o Mês das Pessoas Idosas

No dia 29 de outubro 2019 realizou-se mais uma sessão, das terças feiras, do Projeto Cesviver. Nesta tarde contámos com a participação da Ação Social da Câmara Municipal do Seixal, no âmbito das Comemorações do Mês das Pessoas Idosas promovido por aquela autarquia em parceria com a Associação Love Projet e com a CES.

Dra. Soraia Issufo iniciou os trabalhos referindo-se às comemorações iniciadas no dia 01 de outubro e ao seu encerramento a 09 de novembro pela C.M.S. Deu seguida deu a palavra â Dra. Cristina e à Dra. Claúdia representantes da Associação Love Project, que deram a saber que este teve início no Brasil e que se estendeu a todo o mundo com os seguintes fins: Promover o Bem-estar e a Saúde; Proporcionar Apoio Social e Jurídico; Aconselhamento e Intervenção Terapêutica; Animação Turística; Atividades Lúdicas Culturais e Sociais.  A sessão decorreu havendo sempre uma participação constante da assistência, indicando sentimentos positivos ou experiências vividas ou do seu conhecimento, para de seguida serem trabalhadas por todas.

Foi uma sessão de Partilha de Sentimentos Positivos que terminou com a formação de um estendal de corações amarelos onde se podia ler mensagens ou palavras relacionadas com o tema, integrados no âmbito da Campanha Mundial “Doces Sentimentos Positivos” a realizar no dia 04 de novembro para propagar a Felicidade.

A atividade terminou com intervenção da Sra. Vereadora que nos deixou palavras de conforto e o apelo para continuarem a frequentar as atividades.

Muitos nos honrou a presença da Senhora Vereadora Dra. Manuela Calado e da Técnica Superior Dra. Soraia Issufo da C.M.S.

Agradecemos à Dra. Cristina Maria e Dra. Claúdia Carola a sua maravilhosa “partilha” e o modo como foi encaminhada toda a tarde.

Rosa Maria Duarte

Comemorar o mês da pessoas idosas


Saúde Mental

Como prevenir: Caminhos / Veredas a percorrer

Dia 22 de outubro 2019 no projeto Cesviver tivemos a presença do Psicólogo Dr. Vitor Vitorino que se fez acompanhar da psicóloga estagiária Fiona Sofia.

Este nosso amigo começou por uma breve preparação psicológica, através do diálogo com a assistência, para de seguida abordar o tema.

Referiu que o tema começava neste dia mas propunha que fosse tratado posteriormente mais profundado, em data a marcar.

Foi distribuído um documento intitulado - As Sete Veredas da Saúde Mental:

  1. Ter um Propósito e Motivos para a Vida
  2. Ter Estilo e Hábitos de Vida Saudáveis
  3. Fazer Sono Calmo, Vida Sossegada, sem Stress e em Paz
  4. Manter Relacionamentos Saudáveis (não Tóxicos)
  5. Praticar Alimentação Adequada e Beber Água em Quantidade
  6. Praticar o Exercício Físico (Individual ou em Grupo)
  7. Ler, Escrever, Aprender, Meditar

Dando continuidade à sessão, Dr. Vitor Vitorino, referiu que estas sete dimensões são de fácil fixação pela maioria das pessoas mas só terão real valor para a saúde mental de cada uma, se gerirem o seu tempo com essa finalidade.

Desenvolveu cada “vereda” em particular referindo situações e exemplos de modo a que a assistência compreendesse o seu benefício, para o corpo e cérebro, e assumisse/escolhesse, em casa, hábitos que contribuíssem para retardar o envelhecimento do mesmo.

Após terminar deu a palavra aos presentes.

A estagiária tomou da palavra para agradecer o acolhimento de que foi alvo na CES, Unisseixal e Cesviver e apresentar a sua disponibilidade em colaborar.

Muito obrigada Dr. Vitor Vitorino pelas mensagens e apoio quem nos deixou para conseguirmos ter uma Vida Saudável.

Rosa Maria Duarte

Saúde Mental


Dia mundial da música e do idoso

No 1º dia de outubro no projeto Cesviver o dia começou diferente: de manhã um pequeno grupo participou nas atividades da Câmara Municipal do Seixal no seu projeto SEIXALÍADAS com a aula de Chi-Terapia, orientada pelo professor António Santos;

Durante a tarde decorreu na CES, tendo-se abordado o Dia Mundial do Idoso bem como o dia da Música. De seguida a professora Inocência Bolas orientou "Dança para Seniores".

A tarde terminou com a comemoração dos aniversários.

Dia Mundial da musica e do idoso