Quem Somos

Quem Somos

Category : Destaque

CESVIVER é um projeto da Casa do Educador do Concelho do Seixal – IPSS, sem fins lucrativos, criado por um grupo de elementos dos corpos sociais, sócios e amigos, no mandato 2006/2008 sob a presidência do professor António Henriques, tendo como diretora executiva a professora Antonieta Henriques.

A sua sede é na Casa do Educador do Concelho do Seixal, Rua Conselheiro Custódio Borja Nº 1-3, Amora.

A sua ação estende-se a todo o concelho do Seixal, abrangendo sócios e não sócios.

Rege-se pelos Estatutos e Regulamento Geral Interno da CES e pelo Regulamento do Cesviver.

Tem logótipo próprio com as cores da CES e mais uma cor escolhida pela direção.

 FINALIDADE

 Objetivo geral - Atender as necessidades mais prementes dos idosos e suas famílias na solidão e/ou dependência.

Objetivo específico - Apoiar pessoas em situação de solidão e/ou dependência, preferencialmente com mais de 65 anos, de modo a melhorar a sua qualidade de vida. Para tal:

  1. Oferecer um serviço de companhia, numa primeira fase; mais tarde avançar para serviços de refeições, higiene pessoal, tratamento de roupas e higiene da casa;
  2. Promover as relações de cooperação entre familiares, amigos, vizinhos e beneficiário, através de pessoas generosas que gostam de viver em espírito de solidariedade;
  3. Promover atividades de cultura geral, informação, formação convívio e lazer;
  4. Promover junto das entidades responsáveis a articulação de serviços de apoio.

         QUEM PODE PARTICIPAR

 Aderentes ao CESVIVER como pessoa singular ou pessoas coletivas identificadas com o projeto.

Categorias de aderentes ao Projeto: Efetivos e Beneméritos:

Efetivos são aqueles que contribuam regularmente com donativo;

Beneméritos são pessoas que contribuam voluntariamente com um donativo de valor significativo ou que se destaquem por ações relevantes, sujeitos a aprovação pela Direção da CES, mediante proposta do Diretor Executiva da CESVIVER;

  1. Pessoas com alguma disponibilidade que prestem um serviço de voluntariado.

 O QUE PRETENDEMOS FAZER

Para concretizar os seus objetivos é necessário traçar metas, organizar atividades e utilizar estratégias com recurso a:

  1. Voluntariado que apoie os idosos em solidão e dependência, apoiados por técnicos habilitados para os diferentes serviços;
  2. Participação dos aderentes em ações de voluntariado que visem melhorar a qualidade de vida e bem-estar dos beneficiários;
  3. Dinamizar ações de formação para voluntários e colaboradores, de modo a melhorar os serviços prestados;
  4. Aquisição de equipamentos e serviços adequados para o melhor desempenho dos seus colaboradores, por proposta à CES;
  5. Realização de protocolos com entidades e empresas de modo a satisfazer necessidades apresentando sugestões à CES;
  6. Ações de sensibilização que contribuam para o bem-estar da comunidade na área da saúde, alimentação, ambiente, etc.;
  7. Desenvolvimento de projetos que visem a integração comunitária e social dos mais idosos;

 ORGANIZAÇÃO

 Para a execução dos fins do Projeto Cesviver foi constituída uma Comissão Executiva, nomeada pela Direção da CES e ratificada pela Assembleia Geral da CES.

A Comissão Executiva deverá ser composta hierarquicamente pela ordem seguinte: um presidente, um diretor executivo, um assistente jurídico, um assistente social, um psicólogo, um secretário e quatro vogais.

Sendo a Direção Cesviver uma extensão da Direção da CES, o mandato da Comissão Executiva terá a duração correspondente ao mandato da Direção da CES.

Os membros da Comissão Executiva CESVIVER tomam posse dos cargos em reunião de Direção da CES convocada para o efeito e na presença do presidente da Assembleia Geral ou de quem o substituir.

Órgãos Sociais:

2005/2007 – Dia 22 de Abril de 2007 pedido de colaboradores/voluntários para o CES-VIVER.

2005/2007 – No dia 28 de outubro de 2007, no V Aniversário da CES, foi anunciado publicamente, pelas professoras Antonieta Henriques e Filipa Landeiro, um novo projeto da Casa do Educador CES-VIVER, no âmbito da solidariedade/fraternidade.

2008/2010 - Tomada de posse de 19 de junho de 2008, dos órgãos sociais da CES-VIVER: Presidente Professor António Henriques e a Professora Antonieta Henriques a Diretora Executiva.

2008/2010 – Apresentação e aprovação do regulamento interno do projeto CES-VIVER e da equipa que o dinamiza.

2009/2011 – Renovação da tomada de posse do Presidente da CES e da Diretora executiva da CES-VIVER

2012/2014 - Tomada de posse da Profª Maria do Céu Silva, a 5 de março de 2012 para presidente da CES e a professora Mª Judite Bentes para diretora executiva.

2012/2014 - Tomada de posse do professor Tomás Aquino Bento a …. de dezembro de 2012 e a professora Mª Judite Bentes para diretora executiva.

2015/2018 - Tomada de posse do professor Tomás Aquino Bento a 15 de janeiro de 2015 e da professora Rosa Maria Duarte para diretora executiva.

2019/2022 - Tomada de posse do professor Jaime Ribeiro a … de janeiro de 2019 e da professora Rosa Maria Duarte para diretora executiva.

FINANCIAMENTO

  1. CESVIVER depende financeiramente da CES, cuja direção assume a responsabilidade e controle de todas as suas receitas e despesas.
  2. São receitas imputáveis ao Projeto Cesviver: As comparticipações dos aderentes e beneficiários; As doações, legados e heranças dirigidas a este projeto; Os subsídios do Estado ou de organismos oficiais para este projeto; Os donativos e produtos de festas dirigidos ao projeto.
  3. Os recibos de todas as quantias, referidas no número anterior, serão passados pela CES.
  4. As despesas são as que provêm do desempenho das suas funções em conformidade ao plano anual de atividades e de Contrato-Programa.

Leave a Reply