Arquivos de categoria: Chi Terapia

1ª Aula – Chi Terapia 2021

Categoria :Chi Terapia

Para o ano letivo 2021/2022 o Professor António Santos apresentou  o seguinte plano para as suas aulas, passo a citar:

“ Ao iniciarmos esta nova etapa vamos procurar estimular mais a elaboração de exercícios de Tai Chi e Chi Kung acrescentando mais ferramentas para uma melhor preservação da saúde física e mental. Enfim, criar dinâmicas que permitam às pessoas de não ficarem só pelo que se faz nas aulas, mas habituarem-se a fazer exercícios em casa.”

E, foi assim que no dia 21 de setembro se realizou a primeira aula deste ano, com a presença de quatro aderentes, em virtude de o espaço físico não comportar maior número de participantes, segundo a DGS.

Ao professor, agradecemos o seu trabalho voluntário. 

Bom ano e bom trabalho para o professor António Santos e suas alunas.

Exercícios práticos


Chi Terapia

Categoria :Chi Terapia

Hoje, dia 04 de maio foram retomadas as aulas presenciais de Chi Terapia, no edifício da Casa do Educador do Seixal, orientadas pelo professor António Santos. Esta atividade nunca parou, pois, o professor, durante o confinamento deu continuidade às aulas, via online, o que muito agradecemos.

Apesar de só terem comparecido duas aderentes da CESVIVER, o tempo de aula foi cumprido na integra com o seguinte plano: Yang Tai Chi Tradicional, começando com os 13 movimentos do Grão-Mestre Fu Zhong Wen; Forma 8; Forma Neijia; e alguns exercícios de relaxamento.

Reportagem fotográfica de Carmen Godinho

Exercícios práticos e de relaxamento

Exercícios práticos e de relaxamento


Chi Terapia na CESVIVER

Categoria :Chi Terapia

Esta retrospetiva sobre a CHI TERAPIA na CESVIVER, tem como primeira finalidade agradecer ao prof. António Santos, toda a sua disponibilidade, dedicação e preocupação com a saúde e bem-estar dos aderentes desta valência da Casa do Educador do Concelho do Seixal (CES).

Para este trabalho recorri a documentos existentes na CES, desde já apresento as minhas desculpas caso não tenha referido algo de importante, e também, a pesquisas feitas no google ou no livro Manual de Chi Terapia a fim de complementar este trabalho.

Assim sendo, começo por aludir ao trabalho voluntarioso do prof. António Santos, que, uma vez por semana, no horário da manhã, se encontra na CES para orientar os seus alunos, no espaço da “galeria”, no jardim, ou utilizando outros locais da comunidade.

Quem participa nas aulas sabe bem quais os benefícios que estas trazem para a sua vida pessoal e para a vida social ou em comunidade.

O programa desenvolve-se em duas vertentes: a aprendizagem de novos exercícios e o aperfeiçoamento dos já conhecidos, de maneira a permitir uma melhor qualidade de vida sem, contudo, descurar a componente teórica.

Este programa tem como base a prática de Yang Tai Chi Chuan e de Luhoan Chi Kung visando atingir os propósitos para os quais foram destinados.

Ocasionalmente o professor proporcionou o encontro com outros mestres, tal como aconteceu quando do ensinamento da Forma de Leque; realização de atividades promovidas pela CMS e outras associações; e participação na festa conjunta CES – UNISSEIXAL – CESVIVER por altura do Natal.

O Tai Chi é uma combinação especial de exercícios e meditação, de origem milenar, que pretende libertar, simultaneamente, a mente e o corpo, ajudando a combater o stresse característico da vida moderna e a dar uma maior flexibilidade ao corpo. Os exercícios que compõem o Tai Chi, originários da China, remontam há mais de 2500 anos e são muitas as teorias e lendas sobre as suas origens. Uma das mais famosas é que terá sido fundado pelo monge tauista e perito em artes marciais, Chang San Feng (960-1279).

É provável que existam 20 estilos de Tai Chi, entre os quais o estilo Lee, muito difundido no Ocidente e, ainda muitas variações de cinco dos estilos conhecidos, dependendo dos mestres de Tai Chi chineses no Oriente ou no Ocidente.

O nome Tai Chi Chuan remonta a um mestre do século XVI que a aliou a teoria Yin-Yang à filosofia de Tai Chi relativa à origem da vida.

Os princípios filosóficos Taiji Quan remetem para o tauismo e para a alquimia chinesa. É apreciado no Ocidente por ter uma relação com a meditação e a promoção à saúde a fim de se sentirem mais tranquilos e equilibrados. Baseia-se essencialmente na suavidade, flexibilidade e aplicação da energia Qi.

É um estilo de arte marcial também conhecido como meditação em movimento.

O símbolo do Tai Chi funde os dois elementos antagónicos Yin e Yang. Indica que não há princípio nem fim, mas sim uma constante alternância entre princípios e fins. Não há nem um bom nem um mau absoluto, a harmonia é obtida através do equilíbrio. (Diagrama tauista adotado no Tai Chi - Tei-gi)

Voltemos ao assunto inicial e recuemos um pouco no tempo para termos uma noção desde quando se pratica regularmente a Chi Terapia na CESVIVER.

A prof.ª Maria Judite Bentes contactou e convidou o prof. António Santos, durante o seu mandato - 2012/2014 - como diretora executiva deste projeto, para orientar atividades e assim surgiu “A Chi Terapia na CESVIVER”. Esta atividade teve continuidade nos mandatos seguintes - 2014/2018 – 2019/e até à presente data, sendo diretora executiva a prof.ª Rosa Maria Duarte.

Mas, durante estes anos o professor teve de se organizar de acordo com os acontecimentos que foram surgindo, fazendo-o sempre com agrado:

  • No ano letivo 2015/2016 o edifício da CES entrou em obras de requalificação, fechou temporariamente as suas portas, não se realizando atividades naquele local. Para que estas aulas não fossem suspensas a direção da CES encontrou um espaço adequado, o ginásio do Centro de Assistência Paroquial de Amora (CAPA);
  • No ano letivo 2016/2017, ainda continuavam as referidas obras e, como o espaço do ano anterior ficara indisponível, recorreu-se à Sociedade Filarmónica Operária Amorense (SFOA) que gentilmente nos cedeu um espaço.
  • No ano letivo 2017/2018, finalmente estávamos de regresso ao edifício da CES. Para além da “galeria” também se começou a utilizar a zona do quintal, que fora transformada em jardim, sendo assim possível ter-se um contacto mais direto com a natureza. E aí realizámos a primeira aula, em setembro de 2017.
  • O ano letivo 2018/2019 decorreu num processo contínuo e sem alterações

  • Nos anos letivos 2019/2021, como sabem passou-se a viver uma pandemia causada pelo vírus Covid 19. Tudo ou quase tudo mudou: suspensão das atividades presenciais; encerramento da CES; confinamento; reabertura das atividades com regras rigorosas da D.G.S.; e presentemente novo confinamento.

O prof. António Santos foi adaptando as suas aulas às situações que iam surgindo, tanto as presenciais como à distância. Em tempo de confinamento as suas aulas têm tido continuidade através das redes sociais. Convidou os seus alunos para, caso quisessem, terem aulas online, o que está a acontecer neste momento e já o tinha feito em 2020.

Também havia uma parte teórica a fim de se saber a história desta arte chinesa, de melhor entendimento e maior perfeição na execução dos exercícios. Apostou na postura e na correção dos exercícios. As aulas decorrem sempre num ambiente acolhedor de tranquilidade, ao som de música de relaxamento ou meditação.

Mais haveria para dizer sobre as aulas de Chi Terapia, mas vou terminar dando a conhecer alguns dos planos para Chi Terapia na CESVIVER: exercícios de automassagem; os 18 exercícios da saúde; estiramentos com bastão; exercícios para a depressão; os 13 exercícios da vitalidade; os 12 movimentos de vitalidade de Chi Kung; Forma 8 de Yang Tai Chi; Forma Ney Jia; Forma de leque, etc.

O resultado desse trabalho é visível, pois para alguns é a única participação em atividade física e, para todos que façam dela uma prática regular, permite que encarem a vida com mais otimismo, aumentando a autoestima e tornando-se mais saudável.

Bem-haja professor António Santos.

(Rosa Maria Duarte)


CHI TERAPIA

Categoria :Chi Terapia

Na terça-feira, 06 de outubro, iniciaram-se as aulas de Chi terapia do projeto CESVIVER.

Esta atividade tem como   orientador o nosso amigo professor António Santos. Participaram na aula 4 aderentes, número máximo autorizado de acordo com as normas e o espaço.

Para o ano letivo 2020/2021 (se tudo correr dentro da possível normalidade), realizar-se-á uma vez por semana, às terças-feiras das 10h00/11h00.

O professor programou para este ano os seguintes exercícios:

  • 12 movimentos de vitalidade de Chi Kung
  • Forma 8 de Yang Tai Chi
  • Forma Ney Jia
  • Forma de leque.

Antes de ser iniciada a sessão o Presidente da CES, prof. Jaime Ribeiro e a Diretora Executiva do CESVIVER, prof.ª Rosa Duarte cumprimentaram os presentes, agradeceram e desejaram um bom ano letivo.

De seguida iniciou-se a aula ao som de música relaxante e propícia ao silêncio e à realização dos exercícios.

À saída podíamos ver a satisfação no rosto das alunas e ouvir palavras de regozijo.

Bem-haja professor António Santos!

Rosa Maria Duarte


CHI TERAPIA

Categoria :Chi Terapia

CesViver na sua Força

Encontrar pessoas que se desafiam diária e teimosamente é algo que nos entusiasma para continuar o trabalho que temos desenvolvido ao longo destes anos.

Assim, aceitando esse desafio e teimosia iniciámos mais um ano de trabalho em prol da saúde e bem-estar.

O programa de CHI TERAPIA desenvolvido na CESVIVER tem como base a prática de Yang Tai Chi Chuan e de Luhoan Chi Kung visando atingir os propósitos para os quais foram destinados. O resultado desse trabalho é visível nestas pessoas que, na sua maioria e por razões várias, nunca tinham participado em atividades gimnodesportivas.

O programa desenvolve-se em duas vertentes: o aperfeiçoamento dos exercícios já conhecidos e a aprendizagem de novos exercícios que lhes permitam uma melhor qualidade de vida.

António Santos


Forma de leque

Categoria :Chi Terapia

"A forma de leque é muito recente na história de Tai Chi Chuan. A prática do leque possui uma história muito grande nas artes marciais chinesas, surgindo provavelmente derivada de estilos originados em Shaolin ou no próprio templo de Shaolin. Embora, para a maioria das pessoas, o leque não pareça ser uma arma, era constituído de elementos de metal e alguns leques pesavam mais de três quilos. Era utilizada para distrair o adversário e como arma de corte (lâminas) ou uso para bater (fechado). O destaque hoje é para o aspecto estético (apresentações) e terapêutico (coordenação, habilidades manuais, etc)."


Chi-Terapia-Programa

Categoria :Chi Terapia

Programa para 2019-2020

No início de mais uma etapa na vida da CESVIVER é importante salientar o trabalho que tem sido desenvolvido e a sua prestação para o bem-estar social de quantos participam nas diversas actividades. Não podendo ficar indiferente a esta dinâmica proponho, na disciplina de CHITERAPIA e para este ano (2019/20), o aperfeiçoamento na prática de exercícios de Tai Chi e Chi Kung bem como o ensinamento de outros exercícios que complementarão a aquisição de ferramentas tão necessárias para o equilíbrio físico e emocional. Assim iremos avançar para a "forma 13" e a conclusão da "forma leque" em Tai Chi. No Chi Kung iremos passar para a segunda parte das "18 mãos de Buda" e a "Bola de energia”. Este programa, sendo bastante ambicioso, terá certamente a resposta sempre positiva de quem tem estado connosco ao longo destes anos.

António Santos

Forma de leque

"A forma de leque é muito recente na história de Tai Chi Chuan. A prática do leque possui uma história muito grande nas artes marciais chinesas, surgindo provavelmente derivada de estilos originados em Shaolin ou no próprio templo de Shaolin. Embora, para a maioria das pessoas, o leque não pareça ser uma arma, era constituído de elementos de metal e alguns leques pesavam mais de três quilos. Era utilizada para distrair o adversário e como arma de corte (lâminas) ou uso para bater (fechado). O destaque hoje é para o aspecto estético (apresentações) e terapêutico (coordenação, habilidades manuais, etc)."