Arquivos de categoria: Historia

Contos do passado e do presente

Categoria :Historia

Sendo hoje terça-feira, se não estivéssemos a atravessar uma situação pandémica e com restrições de deslocação, estaríamos no nosso encontro semanal, nas intituladas “tardes de terça-feira” para conversarmos e partilharmos o que de melhor temos ou sabemos.

Hoje, dia 19 de janeiro de 2021, resolvi comunicar convosco tendo como tema principal alguns dos acontecimentos mais relevantes que aconteceram nesta data, desde os anos mais longínquos. Este trabalho teve como base uma recolha feita por mim no google. Espero que sirva para ocupar um pouco do vosso tempo.

Começando por nos situar no tempo e espaço:

19 de janeiro do ano 2021 pertence à década 2020; ao século XXI; ao 3º milénio; é o 19.º dia do ano no calendário gregoriano. Faltam 346 para acabar o ano.

O calendário gregoriano é um calendário de origem europeia, utilizado oficialmente pela maioria dos países. Foi promulgado pelo Papa Gregório XIII (1502–1585) em 1582 em substituição do calendário juliano implantado por Júlio César (100–44 a.C.). Em Portugal entrou em vigor na data determinada pela Santa Sé em virtude de uma lei de Filipe I de Portugal, assinada em Lisboa, a 20 de setembro, e escrita em português de acordo com as garantias aprovadas nas Cortes de Tomar de 1581.

Ler mais informação


Outono-destaque

O Outono e a Vida

Categoria :Historia

O tema escolhido para a tarde de terça-feira, 27 de novembro, estava enquadrado na estação do ano atual e pretendeu-se que houvesse uma ligação à vida: natureza, ambiente, idade, saúde…

Cardeal MendonçaA orientadora, profª. Rosa Duarte, iniciou a sessão falando de um acontecimento cultural: a atribuição do Prémio Europeu Helena Vaz da Silva atribuído ao Cardeal José Tolentino Mendonça, no dia 23 de outubro no Auditório 2 da Fundação Calouste Gulbenkian.  Citou a declaração dos membros do júri: “impressionados pela capacidade que Tolentino Mendonça demonstra ao divulgar a Beleza e a Poesia como parte do património cultural intangível da Europa e do mundo”.

HalloweenUtilizando o diálogo e a partilha de saberes explorou-se o tema. Referiram-se às transformações da natureza e do ambiente que nos rodeia; aos trabalhos agrícolas e seus cuidados e comparações entre o atual e antigo; às festas religiosas e pagãs que se realizarão, em breve, seus usos e costumes: Halloween ou Dia das Bruxas Conheça a verdadeira historia do Halloween – Sua origem, e o modo de festejarem.

Dia de todos os Santos – Festa religiosa cristã e suas vivências. Foi referida uma tradição que se realiza no nosso país e que tem-se vindo a perder: “O Pão por Deus”, recordou-se como, onde era mais festejado e os seus cânticos.

Dia dos fiéis defuntos ou Dias dos mortos – As tradições que devido à pandemia não poderão ser executadas por algumas das senhoras presentes.

Passou-se à leitura e breve análise de alguns poemas, entre eles este de Manuel Bandeira:

Crepúsculo de Outono

 I

O crepúsculo cai, manso como uma benção.

Dir-se-á que o rio chora a prisão de seu leito...

As grandes mãos da sombra evangélicas pensam

As feridas que a vida abriu em cada peito.

II

O outono amarelece e despoja os lariços.

Um corvo passa e grasna, e deixa esparso no ar

O terror augural de encantos e feitiços.

As flores morrem. Toda a relva entra a murchar.

III

Os pinheiros, porém, viçam, e serão breve

Todo o verde que a vista espairecendo vejas,

Mais negros sobre a alvura unânime da neve,

Altos e espirituais como flechas de igrejas.

IV

Um sino plange. A sua voz ritma o murmúrio

Do rio, e isso parece a voz da solidão.

E essa voz enche o vale...o horizonte purpúreo...

Consoladora como um divino perdão.

V

O sol fundiu a neve. A folhagem vermelha

Reponta. Apenas há, nos barrancos retortos,

Flocos, que a luz do poente extática semelha

A um rebanho infeliz de cordeirinhos mortos.

VI

A sombra casa os sons numa grave harmonia.

E tamanha esperança e uma tão grande paz

Avultam do clarão que cinge a serrania,

Como se houvesse aurora e o mar cantando atrás.

(A cinza das horas, 1917)

Terminou-se o dia a visionar o vídeo que se relaciona com o COVID 19

Rosa Maria Duarte

Covid 19